segunda-feira, 23 de setembro de 2019

COOEDUSC realizou o DIA C 2019

No último sábado dia 21 a Cooperativa de Educadores de Santa Cruz do Capibaribe (COOEDUSC) mantenedora do Colégio Alternativo realizou o ‘Dia de Cooperar 2019’ o maior evento de ação social do país que anualmente abrange cerca de mil cidades brasileiras e beneficia mais de 3 milhões de pessoas. O evento é promovido pela OCB e SESCOOP em parceria com as cooperativas espalhadas pelo país onde várias ações são oferecidas através de voluntários transformando a vida das pessoas.

Nesse ano a COOEDUSC ofereceu vários serviços de saúde e beleza como: Aferição de pressão arterial, teste de glicose no sangue, teste de IMC (índice de massa muscular), corte de cabelo masculino e feminino, design de sobrancelha e recreação para as crianças com cama elástica e algodão doce. Vários alunos, cooperados e pessoas da comunidade prestaram os serviços de forma voluntária visando unicamente ajudar o próximo.

A cooperativa contou com alguns parceiros para a realização do evento, que foram o SESCOOP-PE, Patota D’água, Bebel Lelé, Unicesumar (Cetias Santa Cruz do Capibaribe), Auto Escola Via Trânsito, Vereador Ronaldo Pacas, F’ Bikes, Rafaela Cabelos, Câmara de vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, Farmácias Cruz Alta, Barbearia do Irmão Erivan e Dioneide Torres espaço sempre linda estética e beleza.

Durante o evento que aconteceu das 9 da manhã às 14 horas foram atendidas nos diversos serviços 325 pessoas, cerca de 250 crianças dos bairros próximos a escola participaram da recreação, o que na totalidade chegou a um montante de quase 600 pessoas beneficiadas. Ainda durante a ação foram arrecadados cerca de 80 Kg de alimentos não perecíveis que serão doados a uma instituição de carente do município.

Confira as imagens:






































quinta-feira, 1 de agosto de 2019

Os 7 princípios do Cooperativismo

Traduzindo os 7 princípios do cooperativismo.
Você já deve saber que cooperativas são associações autônomas de pessoas com interesses comuns, por meio de uma empresa de propriedade coletiva e democraticamente gerida.
Mas você sabia que as cooperativas operam sob diretrizes internacionais estabelecidas há mais de 150 anos? E sabia que essas diretrizes – os princípios cooperativos – representam algumas das principais vantagens do modelo cooperativista?

Como tudo começou?

Em 1844, em plena Revolução Industrial, foi quando surgiu oficialmente a primeira cooperativa do mundo, em Rochdale, na Inglaterra, operando sob princípios que são observados até os dias atuais.
Inspirada pelos 28 cooperados pioneiros de Rochdale, a Aliança Cooperativa Internacional (ACI) redigiu, em 1995, os sete princípios do cooperativismo – linhas orientadoras de ação para que as cooperativas consigam colocar em prática seus valores de democracia, liberdade, equidade, solidariedade e justiça social.
Os princípios do cooperativismo e suas vantagens:

1o – Adesão voluntária e livre – Um modelo para todos.

Qualquer pessoa interessada em utilizar seus serviços pode ingressar numa cooperativa, desde que o faça de forma livre e espontânea, e esteja disposta a aceitar as responsabilidades da sociedade.

2o – Gestão democrática – Todos têm os mesmos poderes.

Todos os associados têm igual direito de voto em uma cooperativa (um sócio = um voto). O poder de decisão não está vinculado à posse. Todos acompanham as políticas e a evolução da instituição, participando de todas as decisões.

3o – Participação econômica dos membros – Todos são donos.

Em uma cooperativa, todos são associados, que adquirem cotas para entrar na sociedade e têm direito a participar democraticamente de todas as decisões da instituição.

4o – Autonomia e independência – Todos têm autonomia de decisão.

Acordos e parcerias podem ser firmados pelas cooperativas, desde que não afetem o controle democrático dos membros.
Um caso especial é o das cooperativas de crédito que, como instituições financeiras, estão submetidas à fiscalização do Banco Central (o que não deixa de ser uma segurança para seus associados).

5o – Educação, formação e informação – Todos ensinam e aprendem.

A fim de contribuir com o desenvolvimento do modelo como um todo e com o seu próprio, as cooperativas promovem a educação e a formação de seus trabalhadores e associados, informando-os e capacitando-os. Uma prática cujos benefícios sócio-econômicos vão muito além das instituições em si.

6o – Intercooperação – Todos se ajudam.

Além dos associados de uma mesma cooperativa unirem-se e cooperarem uns com os outros, essa ajuda mútua também se estende para as relações entre as diversas cooperativas. Por meio de estruturas locais, regionais, nacionais e até internacionais, todas as cooperativas colaboram umas com as outras.

7o – Interesse pela comunidade –  Todos saem ganhando.

Sem fins lucrativos e formada por pessoas físicas, as cooperativas têm na comunidade seu objeto constituinte e seu principal objetivo. Dessa forma, trabalham para o desenvolvimento sustentável de suas comunidades, gerando benefícios sociais e econômicos não apenas para seus associados, mas para toda a sociedade.

Alunos, pais e professores do Colégio Alternativo participaram da Gincana do Cooper Jovem em Pesqueira